28>30 ABR

sindicato dos jornalistas
Universidade dos Açores
Associacao literacia e jornalismo

6

Painéis

21

Oradores

2

Exposições

Homenagem

A Mário Mesquita

Programa

08:00
- 13:00
Workshops Literacia para os Media
14:00
- 19:00
Programa de Boas Vindas aos Congressistas
Itinerário
14:00
- Partida de PDL
15:00
- Visita ao Vale das Furnas
17:00
- Visita Fábrica de Chá Gorreana
18:30
- Inauguração Exposições: “Mário Mesquita. O jornalista, o político, o professor”, e “Como foi há 40 anos? I Encontro de jornalistas dos Açores”

Oradores

MICHAEL REZENDES
Michael Rezendes
Equipa de Investigação global da Associated Press
Prémio Pulitzer 2003
PEDRO COELHO
Pedro Coelho
O Consórcio
Rede de Jornalistas de Investigação
Lopes Araujo
Lopes de Araújo
Jornalista
RTP

DINIZ BORGES
Diniz Borges
Coordenador da ADMA, Diretor do PBBI
ADMA
,
Universidade Estadual da Califórnia
NUNO VIEGAS
Nuno Viegas
Jornalista
Fumaça
Rui Caria
Rui Caria
Jornalista
SIC
Nuno Martins Neves
Nuno Martins Neves
Jornalista
Açoriano Oriental
Miguel Crespo
Miguel Crespo
Professor
ISCTE-IUL
DANIEL CATALÃO
Daniel Catalão
Jornalista
Universidade Lusófona
RAQUEL VARELA
Raquel Varela
Presidente Observatório para as Condições de Vida e Trabalho
ARMANDO MENDES
Armando Mendes
Jornalista
Antena 1 Açores
Paulo Moura
Paulo Moura
Aluno do Curso Comunicação e Relações Públicas da UAC
ROLANDO LALANDA GONÇALVES
Rolando Lalanda
Professor
Universidade dos Açores
MANUEL TOMÁS
Manuel Tomás
Jornalista
Ilha Maior
PAULO SIMÕES
Paulo Simões
Jornalista
Açoriano Oriental
SOUTO GONÇALVES
Souto Gonçalves
Jornalista
SANDRA REIS
Sandra Reis
Jornalista
O Baluarte
Rui Goulart
Rui Goulart
Diretor
RTP Açores
PAULO SANTOS
Paulo Santos
Coordenador
RTP Madeira
Rui Paiva
Rui Paiva
Jornalista

Desde o I Encontro dos Jornalistas Açorianos, ocorrido em 1983, a paisagem mediática açoriana alterou-se profundamente.

Justifica-se, por isso, uma nova abordagem reflexiva sobre as principais preocupações do jornalismo atual e os desafios que enfrentamos neste novo século.

Ao longo deste percurso os Açores perderam muitas publicações, algumas centenárias, evoluíram na qualidade dos recursos e enfrentaram novos desafios com o aparecimento dos media digitais, das redes sociais e do chamado “jornalismo do cidadão”.

Num mundo onde a desinformação e as notícias falsas ameaçam a esfera pública e o jornalismo da verdade, impõe-se um debate profundo sobre o papel do jornalismo sério e de qualidade.

Neste contexto, o valor credibilidade ganha relevo junto do público, permitindo-lhe uma escolha correta entre a verdade e a falsidade.

O jornalismo de hoje torna-se mais fundamental às democracias e às sociedades, abrindo-se à cidadania, à proximidade às causas dos seus povos, sem nunca perder a sua conduta ética e deontológica como garante da verdade, da isenção do pluralismo e da sua função de transmissor de “conhecimento útil”.

Patrocínios

1 presidente da republica
2 Brasao
3 Governo acores
4 FLAD
5 AMRAA
6 Ponta Delgada
7 Ribeira Grande
8 santander
9 ana
10 eda
11 globaleda
12 NAV
13 AA
14 sata
16 cemah
17 financor
18 novobanco
19 letras lavadas
20 arquipelago
21 iavitoria
22 rtp
23 açoreano oriental
24 dsm
bensaude
INOX2